Histórico

Aqui você pode acompanhar a cronologia de ações do CPCB. Conheça a nossa trajetória ano a ano:

2016

I – CINEOP –  Mostra de Ouro Preto

Marília Franco e Solange Stecz representaram o CPCB na 11ª edição da CINEOP (22 a27 de junho). Na programação foi prestada homenagem a Francisco Sérgio Moreira – restaurador de todos os filmes do CPCB – falecido em janeiro.

 

II – FESTIVAL DE BRASÍLIA

Seminário “O Legado de Francisco Sérgio Moreira”

Data: 25 de setembro. Horário: 10h

Local: Kubitschek Plaza Hotel, Salão Leopoldina

Painel em homenagem ao restaurador e montador Francisco Sérgio Moreira

A obra de Chico Moreira: Mauro Domingues – Coordenador-geral de Processamento e Preservação do Acervo do Arquivo Nacional

O trabalho de Restauração de Chico Moreira no CPCB:  Solange Straube Stecz – Diretora do Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro

Exibição dos curtas-metragens

Brasília Ano 10, de Geraldo Sobral Rocha (um dos últimos filmes restaurados pelo Chico em 2015) Brasília, n.14, edição de José Silva (Cine Jornal da Novacap, da época da construção de Brasília. Restaurado pelo Chico e referenciado por Marco Antônio Guimarães em publicação do Arquivo Público do DF)

Formação do júri para concessão do Prêmio Marco Antônio Guimarães.

Agradecimentos: Geraldo Sobral Rocha e Arquivo Público do Distrito Federal.

Prêmio Marco Antônio Guimarães 2016

“Martírio”, de Vincent Carelli em colaboração com Ernesto de Carvalho e Tita

Membros do Júri – Solange Straube Stecz (CPCB/PR), João Luiz Vieira (CPCB/RJ), Marcos de Souza Mendes (CPCB/Brasília), João de Lima Gomes (CPCB/PB), Fernando Severo (Cineasta/PR)

 

III – FESTIVAL DO RIO

Sessão com o filme restaurado  “É um Caso de Polícia”, de Carla Civelli

Dia 10 de outubro – segunda feira – 18h – Cine Roxy – Copacabana

Painel – Memória Audiovisual como Patrimônio Cultural

               Conferência de Preservação Cinematográfica

Data:  10.10.16 – segunda feira. Horário: 10:30

Local: Av. Rui Barbosa, 762 – Flamengo

Abertura:  Ilda Santiago – Diretora do Festival do Rio, Myrna Brandão – Presidente do CPCB

Painel:

– A restauração de “É um Caso de Polícia” (1959),  de Carla Civelli

Patrícia Civelli – Diretora da Memória Civelli Produções Culturais

– A Preservação começa na Produção

Marília Franco – Professora de Cinema da USP, Vice-Presidente do CPCB, Diretora do Memorial da América Latina

– Moderador: Rafael de Luna – Pesquisador e Professor do Curso de Cinema e Audiovisual da UFF

Homenagem a Francisco Sérgio Moreira (In Memoriam)

Restaurador de “É um Caso de Polícia” 

 

IV – DIA MUNDIAL DA PRESERVAÇÃO  CINEMATOGRÁFICA – EVENTO NA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE  

Cine Arte UFF – 27 de outubro de 2016

O Dia Mundial da Preservação Cinematográfica seria celebrado conforme programação abaixo – e foi tudo planejado para que o evento assim acontecesse – inclusive sua divulgação na FIAF (Federação Internacional dos Arquivos do Filme), de cujo Grupo o CPCB faz parte.

Na véspera, a Reitoria foi ocupada pelos estudantes e o evento precisou ser cancelado, conforme comunicado do Coordenador do Cine ARTE UFF, Paulo Máttar, e do Professor João Luiz Vieira, abaixo reproduzido:

“Lamento profundamente o cancelamento da programação. Teremos que desmobilizar os alunos envolvidos, avisar o monitor, enfim realizar uma série de providências que precisam ser tomadas de imediato.  Perdemos TODOS… especialmente o Cinema Brasileiro, a Preservação, o Público, os Alunos e os Professores”.

Programa (que seria apresentado)

Instituído pela UNESCO, o Dia Mundial da Preservação Cinematográfica celebra os esforços internacionais para a guarda, restauração e preservação do patrimônio audiovisual da humanidade.  Organizado pelo Departamento de Cinema e Vídeo da UFF em conjunto com o Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro, Centro de Artes da UFF, Cinemateca do MAM, Memória Civelli Produções Culturais e o ex-aluno da Cinema da UFF e colecionador Márcio Melges.

15:00 – Projeção de “É um Caso de Polícia” (1959, dir. Carla Civelli, 82 min, filmado em 35mm. Cópia DCP), com Glauce Rocha, Sebastião Vasconcellos, Cláudio Corrêa e Castro, Jorge Loredo, Oswaldo Loureiro.

16:30 – Debate sobre o filme, sua restauração e o papel importante da diretora Carla Civelli no cinema brasileiro. Homenagem a Francisco Sérgio Moreira. Com a participação de Patrícia Civelli, Myrna Brandão, Mauro Domingues e dos professores Rafael de Luna Freire e João Luiz Vieira.

 19:00 – Sessão de curtas-metragens do acervo do Curso de Cinema da UFF, realizados e projetados em película 16mm. Curadoria do professor Fabián Nuñez.  Projeção de Márcio Melges com cópias depositadas na Cinemateca do MAM.

  

V – CONGRESSO BRASILEIRO DE CINEMA – CBC 

Continuidade do CBC

Através da diretora Solange Stecz, o CPCB teve uma participação intensa na busca de uma solução para a continuidade do CBC e a não extinção da entidade.

A participação foi realizada através de vários encontros, reuniões e estudos que aconteceram no Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

As providências resultaram na realização da Assembleia, conforme abaixo:

15.10.16 – Assembleia realizada no Tempo Glauber para eleição da nova gestão. Compareceram 6 pessoas: Carem Abreu, Guilherme Whitaker, Paola Vieira, Solange Stecz, Carlos Brandão, Myrna Brandão.

Em face de não ter havido quórum – e após consulta por telefone com o Advogado Dr. Petrus Barreto –  foi aprovada a prorrogação da gestão atual por mais três meses, quando será convocada nova Assembleia.

Políticas Públicas

– Preparação de sugestões para a Presidente Carem Abreu sobre Políticas Públicas para o Seminário de que ela participou no Festival de Gramado.

 

VI – HOMENAGENS

Restaurador Francisco Sérgio Moreira

Foram prestadas várias homenagens a Francisco Sérgio Moreira, que faleceu em janeiro.

As homenagens aconteceram na CINEOP, no Festival de Brasília e no Festival do Rio.

Chico, como era conhecido, era membro antigo do CPCB, um dos seus maiores apoiadores. Restaurou todos os filmes do Programa do Centro e, em grande parte das restaurações, abriu mão de qualquer retorno financeiro para que os filmes pudessem ser salvos.

Era também montador e participou de incontáveis projetos de montagem e restauração de filmes do Cinema Brasileiro.

– Pesquisador Jurandyr Noronha,  falecido em 2015.

Carlos Alberto Mattos representou o CPCB  nas homenagem que foram prestadas para Jurandyr Noronha no MAM e na inauguração de Placa no bairro da  Glória, no Rio de Janeiro, conforme detalhado abaixo:

19.07.16 –  “No centenário de nascimento de Jurandyr Noronha (1916-1915), a Cinemateca do MAM presta uma homenagem ao cineasta e preservador audiovisual, lançando o seu último trabalho, o “Dicionário Jurandyr Noronha de Cinema Brasileiro (Os que Vieram de Fora)” e apresenta uma exposição biográfica e uma pequena mostra de seus filmes”.

21.07.16 – 16h – Em comemoração ao centenário de Jurandyr Noronha, inauguração pela Prefeitura de “Placa de Menção a Jurandyr Noronha”, na Rua Cândido Mendes, 227 – Glória, endereço em que o pesquisador e cineasta residiu por anos. O evento fez parte do Programa de Valorização do Cinema Carioca, que consiste na instalação de placas de identificação de bens de interesse cultural da cidade do Rio de Janeiro.

– Pesquisador Harry Luhn 

O Núcleo do Paraná, representado pela diretora Solange Stecz, entregou Placa de Homenagem para Harry Luhn “por sua imensa contribuição à preservação da memória do Cinema Brasileiro”.

– Textos de homenagem para Francisco Sérgio Moreira

Catálogo CINEOP

Texto na homenagem no MAM

Texto no livro sobre Moreira do cineasta e pesquisador Marcos  de Souza Mendes.

Texto no Boletim Online da  FIAF – por ocasião da homenagem na CINEOP

 

VII  – APOIO PARA O PROJETO DE RESTAURAÇÃO DE “CÉSIO 137”

Carta fundamentada de apoio ao Projeto de Restauração do filme “Césio 137 – O Pesadelo de Goiânia”, de Roberto Pires, coordenado por seu filho Petrus Pires.  Face ao estado em que se encontrava e ameaçado de perda, precisava ser restaurado com a maior brevidade.

 

VIII  – PROGRAMA MEMÓRIA DO MUNDO

Solange Stecz, diretora do CPCB, deu continuidade ao seu trabalho como  integrante do Comitê Memória do Mundo Brasil – UNESCO, representando o segmento audiovisual.

 

IX - PROJETOS PREVISTOS PARA 2017 E EM ANDAMENTO

Projeto Talent Campus do Festival de Berlim

O Festival de Berlim desenvolve um programa denominado Talent Campus  – são selecionados cerca de 300 jovens no mundo todo (do Brasil inclusive) e durante 15 dias eles recebem aulas / palestras / fazem trabalhos, etc.  – ministrado por nomes destacados da área do cinema, entre os quais Martin Scorsese, Steven Spielberg e Walter Salles, que fazem isso gratuitamente.

Em sua 65ª edição em 2015,  300 jovens de 137 países (14 do Brasil) foram escolhidos para as áreas de direção (132), produção (63), atuação (17), roteiro (10), fotografia (20), edição (15), cenografia (12), crítica (8), vendas e distribuição (9), som (6), e trilha sonora (8).

São contempladas inúmeras áreas do cinema, mas não está incluída a de preservação.

Após contato preliminar realizado em Berlim,  o  CPCB enviou carta para Mr. Florian Weghorn –  Program Manager Talent Campos – com sugestão da inserção da área de Preservação nas próximas edições do Talent Campus.

Observação: Myrna Brandão estava em Berlim, como jornalista, para cobertura do Festival, trabalho que realiza desde 2004.

 

Restauração de Carnaval no Fogo, de Watson Macedo 

Histórico: em 2000 o CPCB realizou, em articulação com a Atlântida, um trabalho de prospecção para restauração do filme. Como a análise do material prospectado somou apenas 90% do filme, a restauração não pôde ser realizada na ocasião e o material prospectado foi entregue para a Atlântida, encontrando-se atualmente na Cinemateca Brasileira. Já foram feitas inúmeras tentativas para retirar esse material, inclusive reunião com o então Secretário Pola Ribeiro em Ouro Preto, mas até o momento não houve avanços.  Francisco Moreira, que  embora morando no Rio, estava trabalhando durante a semana em São Paulo, também tinha estado na Cinemateca com esse objetivo.

Situação atual:

O projeto ficou paralisado  em face da morte de Francisco Sérgio Moreira.

A cópia em 16mm – que havia sido adquirida com recursos próprios por Carlos Augusto Brandão, diretor do CPCB, e era fundamental para a restauração do filme – estava em seu poder e, desde seu falecimento em janeiro, o CPCB tem envidado esforços para  localizá-la e dar continuidade ao projeto. Uma das providências – que está aguardando retorno – é uma consulta à Cinemateca Brasileira, sobre a possibilidade de o filme estar naquela instituição.

Conforme os e-mails  trocados, um pouco antes do seu falecimento,  Chico nos informou  que  houve uma reunião na Cinemateca para tratar da restauração.

Posteriormente por telefone e e-mail, disse que, conforme acertado na reunião, seria necessária a realização de testes com a cópia na Cinemateca Brasileira,  inclusive para melhor elaboração do orçamento pela Cinecolor, empresa onde estava trabalhando e que seria o Laboratório que restauraria o  filme.

 

Título de Utilidade Pública para o CPCB

Myrna Brandão está desenvolvendo o processo para o CPCB ser considerado Entidade de Utilidade Pública Federal, o que lhe dará acesso a muitos benefícios, além do retorno social e político envolvido. Intermediado por Isaque Farizel, Diretor da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-RJ), o projeto estava sendo encaminhado pela Deputada Estadual Ana Paula Relchuan.  Nesse sentido foi realizada uma reunião preliminar entre a Deputada Ana Paula, Isaque Farizel e o CPCB para posterior encaminhamento, que deveria ocorrer em janeiro.

Situação atual: em face da demora para reunir os documentos necessários e as respectivas assinaturas exigidas, infelizmente o “time” para sua apresentação foi perdido.  Estamos aguardando que Isaque Farizel consiga um novo prazo para que ele possa ser reapresentado.

 

Restauração de “Pátria Redimida”, de João Baptista Groff

O projeto para restauração do filme deverá ser desenvolvido por Solange Stecz, Marília Franco e Joana Nin. Conforme acertado em reunião do CPCB durante o Festival do Rio/2015,  Solange o apresentará para busca de incentivo e patrocínio, como Coordenadora do Núcleo do Paraná e Diretora do CPCB (nos mesmos moldes que ocorreu quando Myrna Brandão era Coordenadora do Rio de Janeiro e desenvolveu o projeto para restauração de “Aviso aos Navegantes”).

Voltar ao Topo

2015

I – PESQUISADOR JURANDYR NORONHA

Jurandyr Noronha, decano dos pesquisadores brasileiros, completou 99 anos no dia 5 de março.

O CPCB se fez presente – através de Carlos Alberto Mattos, membro e Conselheiro do Centro – numa pequena reunião de amigos para celebrar o empenho do mestre Jurandyr, que infelizmente morreu em maio.

 

II – CANDIDATO AO PRÊMIO DO IPHAN

Por sugestão da Professora e Vice-Presidente  Marília Franco, em maio o CPCB se candidatou ao Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade / 2015 – concurso promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Conforme critérios da candidatura, deveria ser escolhida uma Ação desenvolvida pelo Centro  para concorrer ao Prêmio.  Em entendimentos com o Instituto, o CPCB foi orientado a escolher um dos filmes restaurados, tendo sido sugerido por aquele órgão que escolhêssemos o filme  A Hora da Estrela, de Susana Amaral.

O CPCB enviou então sua candidatura através do Projeto de Restauração de A Hora da Estrela, fundamentado com os requisitos solicitados pelo IPHAN: Objetivo, Objetivos específicos, Justificativa, Histórico, Desenvolvimento, Resultados.

Após a seleção, o Instituto enviou carta ao CPCB parabenizando as ações do Centro para a preservação e memória cultural do nosso cinema, informando que não fomos contemplados nesta edição, mas incentivando a reapresentarmos a candidatura em 2016.

 

III – PARTICIPAÇÃO NA CINEOP

CPCB FOI  HOMENAGEADO NA CINEOP – Mostra de Ouro Preto

A CINEOP, realização da Universo Produção, comemorou sua 10ª edição de18 a22 de junho de 2015.

Entre as celebrações, o evento homenageou dez instituições / personalidades que atuam no seguimento da preservação e que marcaram presença em todas as suas edições anuais.

O Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro (CPCB) foi uma das entidades  homenageadas.  No release distribuído pelo festival sobre o tributo, o CPCB é descrito como: “Uma Instituição com uma trajetória que merece nossos aplausos e reconhecimento”.

A homenagem aconteceu no dia 21 de junho às 12: 30, no Centro de Convenções, Sede Oficial da Mostra.

Foram chamados ao palco, para receber o troféu, membros da atual gestão do CPCB, presentes em Ouro Preto: Carlos Augusto Brandão, João Luiz Vieira, Marília Franco, Myrna Brandão e Solange Stecz.

 

PAINEL SOBRE PRESERVAÇÃO

Um dos debates na Temática Preservação abordou o Tema:

“Uma Década de Preservação Audiovisual: Balanço, Avanços e Desafios”.

Objetivo: fazer um balanço da última década no segmento da preservação, pensar as perspectivas e os desafios políticos, econômicos, tecnológicos e educacionais que cercam a preservação audiovisual em suas múltiplas dimensões.

O Painel foi formado por:

Arthur Autran (UFSCAR)

Fernanda Coelho (Conservadora Audiovisual)

Hernani Heffner (Cinemateca do MAM-RJ)

Laura Bezerra (ABPA)

Marcus Mello (Cinemateca Capitólio / RS)

Myrna Silveira Brandão (CPCB)

Moderação: João Luiz Vieira, Professor da UFRJ.

 

IV – REUNIÃO COM O MINISTRO DA CULTURA

Marília Franco representou o CPCB na reunião com o Ministro Juca Ferreira em 22 de julho no Gabinete dele em Brasília.  O Ministro chegou acompanhado, entre outros, de Pola Ribeiro, Secretário do Audiovisual.

A reunião foi articulada por Frederico Cardoso, Presidente do Congresso Brasileiro de Cinema (CBC).

Além de Marília e Frederico, estiveram presentes Edina Fujii (UNINFRA) e representantes das entidades  CNC / ABDs (PR, DF, MS, RJ), Fórum dos Festivais / ABRACI / AR  / APBA / União de Cineclubes do DF.

Entre muitos outros assuntos, constaram da Pauta o fortalecimento da SAV /  Cineclubes / Regionalização / Ampliação das telas / Preservação / VOD / FSA / CSC/ Lei do Curta / Cota de Tela /  Lei 13.006.

Foi entregue a lista tríplice de indicados para assumir a vaga aberta na Diretoria da ANCINE e também a Carta com a Pauta de Propostas para o Audiovisual.

Foi também debatido o próximo evento do Congresso Brasileiro de Cinema previsto para acontecer em 2016 com o objetivo de possibilitar uma aproximação com todos os setores audiovisuais.

 

V – PROGRAMA MEMÓRIA DO MUNDO

Solange Stecz – diretora do CPCB – foi nomeada para o Comitê Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo da UNESCO (MoWBrasil).  O ato foi formalizado pela Portaria MinC número 72, de 17 de agosto de 2015, com mandato 2015/2017 – Representando segmento audiovisual.

 

VI – FESTIVAL DE BRASÍLIA

Solange Stecz  representou o CPCB no 48º Festival de Brasília, coordenando e presidindo o Júri  do Prêmio Marco Antônio Guimarães, que é oferecido pelo CPCB desde 1996 para o filme que melhor utilizar material de pesquisa do cinema brasileiro.

O júri – composto por Solange Straube Stecz (PR), João de Lima (PB), Manfredo Caldas, Marcos Mendes e Vladimir Carvalho (DF)  – escolheu o filme “Santoro o Homem e sua Música”, de John Howard Szerman.

 

VII – FESTIVAL DO RIO

Dia 11.10.15 – domingo – 18h

O CPCB, dentro da parceria que tem com o Festival do Rio, coordena a Mostra Tesouros da Cinemateca.  Neste ano o filme da Mostra foi Menino de Engenho, que está completando 50 anos e foi restaurado pelo CPCB.  O Centro prestou homenagem para Walter Lima Jr. lhe oferecendo uma Placa em reconhecimento por sua contribuição ao Cinema Brasileiro.

Estiveram presentes na sessão Carlos Augusto Brandão, José Carlos Avellar, Myrna Brandão e Solange Stecz.

 

VIII – DIA MUNDIAL DO PATRIMÔNIO AUDIOVISUAL

Coordenado pelo Professor e Presidente do Conselho  João Luiz Vieira – e em comemoração ao Dia Mundial do Patrimônio Audiovisual (27.10)  estabelecido pela UNESCO  – o CPCB  realizou em conjunto com o Departamento de Cinema  da Universidade Federal Fluminense uma sessão de Menino de Engenho, de Walter Lima Jr. restaurado pelo Centro.

A sessão aconteceu o dia 29 de outubro com a exibição do filme seguida do Painel formado por:

João Luiz Vieira (Professor e Pesquisador) – Menino de Engenho, o Cinema Novo e sua época

Francisco Sérgio Moreira (Restaurador do filme) – O processo de restauração, o antes e o depois

Myrna Silveira Brandão  (Pesquisadora e jornalista) – O programa de preservação do CPCB

Além da sessão com Menino de Engenho, a programação na UFF incluiu também uma sessão com Encouraçado Potemkin, de Serguei Eisenstein e Painel com José Paulo Netto (Professor da UFRJ), José Carlos Avellar (crítico de cinema) e Fabián Nuñez (Departamento de Cinema da UFF).

 

IX – PARTICIPAÇÃO NOS FÓRUNS

O CPCB participou, ao longo do ano, dos encontros dos Fóruns realizados no Rio de Janeiro e coordenados por Frederico Cardoso, Presidente do CBC.   Os Fóruns têm a participação de representantes de diversas associações, produtores, diretores, roteiristas, cineclubistas professores, pesquisadores, profissionais de preservação e de empresas de infraestrutura.  Nos encontros tem sido debatidos inúmeros temas  como Produção, Exibição, Distribuição, Preservação, Direitos Autorais, Formação, Cinema e Escola e outros.

Marília Franco integra o Grupo 13.006 – tema que fez parte da pauta na reunião com o Ministro da Cultura em julho deste ano em Brasília.

O tema –  uma das 33 demandas prioritárias pactuadas em Brasília  – prevê a participação nas instâncias de debate e implementação da Lei 13.006/2014, que garante a exibição de conteúdo brasileiro em todas as escolas.

 

X – COMITÊ GESTOR DE PRESERVAÇÃO DA SECRETARIA ESTADUAL DE CULTURA – RJ

Conforme descrito pela Superintendência do Audiovisual da SEC: “Os Comitês Gestores foram constituídos por representantes das diversas vertentes do setor audiovisual com o objetivo de, através da participação social, construir programas nas áreas de Preservação, Formação e Capacitação e Inovação, identificadas pela Superintendência do Audiovisual como áreas que demandam uma maior atenção do Estado”.

Em 2014, o CPCB  foi convidado para integrar  o Comitê Gestor da SEC – na temática Preservação e as reuniões tiveram continuidade em 2015. Os Comitês Gestores envolvem diversos segmentos do audiovisual no Rio de Janeiro.  O grupo de preservação é formado, além do CPCB, por Fabiano Canosa, Joice Scavano, Luiz Caldieri, representantes do MAM, CTAv e ABPA, entre outros.

 

XI – TEXTOS POSTADOS NO SITE 

407 Horas de Cinema Brasileiro

Carlos Alberto Mattos

Menino de Engenho – 50 Anos

Carlos Alberto Mattos

Myrna Silveira Brandão

Clássicos restaurados de Kurosawa, Visconti e Lubitsch no Festival de Nova York

Carlos Augusto Brandão

Festival de Nova York exibe filme filipino restaurado – Insiang, de Lino Brocka (1976)

Myrna Silveira Brandão

 

XII – TEXTO NO “FIAF BULLETIN”

Desde que passou a integrar o Grupo da FIAF, o CPCB participa da publicação anual “Fiaf Bulletin”.  Neste ano, a participação aconteceu com o texto abaixo:

RESTAURAÇÃO DE  ”PÁTRIA REDIMIDA”

Como parte do  Programa de Preservação do CPCB, um dos projetos previstos para 2016 é a restauração de “Pátria Redimida”, de João Baptista Groff.

Groff (1897-1970) foi um importante fotógrafo, cineasta, editor e pintor paranaense. Em 1930 realizou o filme que é considerado a principal produção de cinema do período mudo do Paraná. Groff  documentou a passagem de Getúlio Vargas por Curitiba, seguindo-o até o Rio de Janeiro, filmando o movimento das tropas que viriam por fazer a Revolução de 1930.

O Projeto será conduzido por Solange Stecz e Marília Franco (da Diretoria do CPCB) e pela produtora Joana Nin.

 

XIII – SITUAÇÃO JURÍDICA E FINANCEIRA 

O CPCB encerrou  2015  com sua situação jurídica e financeira em dia (CNPJ, Alvará, Imposto de Renda, Balancete, Pagamentos da FIAF, CBC, Site, etc.).

 

XIV- PROJETOS PREVISTOS PARA 2016 E EM ANDAMENTO

Restauração de Carnaval no Fogo, de Watson Macedo 

Histórico e situação atual: em 2000 o CPCB realizou, em articulação com a Atlântida, um trabalho de prospecção para restauração do filme.  Como a análise do material prospectado somou apenas 90% do filme, a restauração não pode ser realizada na ocasião e o material prospectado foi entregue para a Atlântida e, atualmente encontra-se na Cinemateca Brasileira. Já foram feitas inúmeras tentativas para retirar esse material, inclusive reunião com o Secretário Pola Ribeiro em Ouro Preto, mas até o momento não houve avanços.  Francisco Moreira –  embora continue morando no Rio, está trabalhando durante a semana em São Paulo –   e também já esteve na Cinemateca.  Conforme decisão tomada durante reunião do CPCB em outubro, foi enviado  e-mail para o Secretário expondo novamente a questão.

Restauração de Pátria Redimida, de João Baptista Groff. 

O projeto para restauração do filme será desenvolvido por Solange Stecz, Marília Franco e Joana Nin. Conforme acertado em reunião do CPCB durante o Festival do Rio, Solange o apresentará para busca de incentivo e patrocínio, como Coordenadora do Núcleo do Paraná e Diretora do CPCB (nos mesmos moldes que ocorreu quando Myrna Brandão era Coordenadora do Rio de Janeiro e desenvolveu o projeto para restauração de Aviso aos Navegantes).

Título de Utilidade Pública para o CPCB

Myrna está desenvolvendo o processo para o CPCB ser considerado Entidade de Utilidade Pública Federal, o que lhe dará acesso a muitos benefícios, além do retorno social e político envolvido. Intermediado por Isaque Farizel, Diretor da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-RJ), o projeto será encaminhado pela Deputada Estadual Ana Paula Relchuan.  Nesse sentido foi realizada uma reunião preliminar entre a Deputada Ana Paula, Isaque Farizel e o CPCB para posterior encaminhamento, que deverá ocorrer em janeiro.

 

PRÊMIO RODRIGO MELO FRANCO DE ANDRADE / 2016

O CPCB pretende voltar a se candidatar ao Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade – promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).  Embora seja uma seleção bastante difícil – há inúmeros candidatos em todo o Brasil – a tentativa é validade, não só pelo valor financeiro (o vencedor recebe R$ 30.000,00 – trinta mil reais), mas também pelo valor do mérito e reconhecimento de um órgão importante como o IPHAN.

Voltar ao Topo

2014

I – O CPCB PASSOU A INTEGRAR O GRUPO  DA FIAF (Federação Internacional do Arquivo Fílmico)

Após um processo que durou dois anos, em 03.09.14, o CPCB recebeu e-mail de Christophe Dupin, Administrateur Délégué da Federação, dando o processo por concluído, as boas vindas pelo Centro se integrar ao Grupo FIAF e informando a colocação de sua página na FIAF Website.

II – CONVITE DA SECRETARIA ESTATUAL DE CULTURA

O CPCB foi convidado para integrar o Comitê Gestor do Programa Setorial de  Preservação para o Audiovisual da Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro.  Houve duas reuniões em 2014 para apresentação do Grupo e definição de como os trabalhos serão desenvolvidos.  As atividades serão retomadas em 2015.

Integrantes do Comitê:

Adriana Carneiro
Débora Butruce
Myrna Brandão
Rafael de Luna
Rosângela Sodré
Renata Magioli
Sérgio Caldieri
Fabiano Canosa
Hernani Heffner
Karin Breitman
Rita França

III – PARTICIPAÇÃO NA 9ª EDIÇÃO DA MOSTRA CINEOP

9º Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros

Organização: Universo Produções
Período: 28 de maio a 02 de junho
Local: Ouro Preto, Minas Gerais
Presentes: Carlos Brandão, João Luiz Vieira, Marília Franco, Myrna Brandão, Solange Stecz.

O CPCB fez a sugestão que a Mostra homenageasse Cosme Alves Netto com um Painel e exibição do filme Tudo pelo Amor ao Cinema, de Aurélio Michiles.
A sugestão foi aceita e a participação do CPCB aconteceu da seguinte forma:

29.05.14 – Filme de Abertura da Mostra
Tudo Por Amor ao Cinema, de Aurélio Michiles
Apresentação no palco:
Marília Franco, Carlos Brandão, Myrna Brandão

30.05.14 – Seminário – Tema: Cosme Alves Netto
Aurélio Michiles – diretor do filme
Glória Barbosa – Viúva de Cosme Alves Netto
João Luiz Vieira – Professor da Universidade Federal Fluminense
Marília Franco – Professora, Pesquisadora, Vice-Presidente do CPCB, Diretora do CBEAL do Memorial da América Latina

IV – SESSÃO NO INSTITUTO MOREIRA SALLES  

24 de julho  – 20h
O evento foi realizado  em articulação com a FIPRESCI (Federação Internacional da Critica Cinematográfica) e o Instituto Moreira Salles, com curadoria de José Carlos Avellar, membro do CPCB e programador do IMS.
Sessão com o filme Tudo Azul, de Moacyr Fenelon, em homenagem ao diretor e às atrizes do filme Marlene  (22.11.22 – 13.06.14) e Virginia Lane  (28.02.16 – 10.02.14).

V – REUNIÃO PARA ORGANIZAÇÃO DE PAINEL NO FESTIVAL DO RIO  

Carlos Brandão e Myrna Brandão estiveram em Bolonha para participar do Cinema Ritrovato (28.06 a 05.07).
Aproveitando essa ida,  negociaram com a Cineteca di Bologna,  em nome do Festival do Rio, a cessão de cinco filmes para uma Mostra Roberto Rossellini e a vinda de Davide Pozzi – Diretor do L’Immagine Ritrovata – Film Restoration & Conservation da Cineteca para participar de Painel no Encontro do CPCB, durante o Festival conforme abaixo:

VI – FESTIVAL DO RIO

06.10 – 18h – Centro Cultural Banco do Brasil
Encontro Restauração e Preservação
O Papel das Cinematecas no Mundo Moderno
Davide Pozzi – Diretor do L’Immagine Ritrovata – Film Restoration & Conservation – Cineteca di Bologna
Alejandro Pelayo – diretor da Cineteca Nacional – México
Hernani Heffner – Conservador-Chefe da Cinemateca do MAM-RJ
Myrna Brandão – Presidente do Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro (CPCB)
Moderador: João Luiz Vieira, pesquisador, professor e escritor
Estiveram presentes no Encontro Solange Stecz, Diretora do CPBC; Carlos Alberto Mattos, membro do Conselho Consultivo do CPCB;  e vários membros do CPCB.

VII – FESTIVAL DE BRASÍLIA DO CINEMA BRASILEIRO

Em virtude da retirada do CPCB da programação desde 2010  pela nova coordenação que assumiu o  Festival, o CPCB tem solicitado sua integração desde aquele ano e voltou a fazê-lo em 2014.
Em abril enviou carta  ao Festival de Brasília reiterando o pedido de realização do Encontro do Centro, nos mesmos moldes que vinha acontecendo desde a  sua fundação.
Recebeu a concordância do Festival – através de Sara Rocha, Sub Coordenadora do evento –  e encaminhou sugestão que o Encontro do CPBC fosse constituído de  uma sessão com Tudo por Amor ao Cinema, de Aurélio Michiles e um Painel de Preservação.
Posteriormente foi informado por Sara Rocha que a ABPA havia também solicitado para participar do festival. Em face disso, o festival decidiu realizar um Seminário com a participação do CPCB e também de outras entidades.
No referido  Seminário “Preservação Audiovisual: As Interfaces Regionais”, o CPCB  foi  representado  por João Luiz Vieira, Pesquisador, Professor e Presidente do Conselho Consultivo do Centro.

Dia 20.09 – 16:30 – Auditório I do Museu Nacional.
A Diretora do CPCB, Solange Stecz participou da homenagem a Cosme Alves Netto, na sessão de Tudo por Amor ao Cinema, de Aurélio Michiles.
20.09 – 19h – Museu Nacional da República – Auditório II.
Solange também coordenou o Júri do Prêmio Marco Antonio Guimarães, criado pelo CPCB em 1996 para o filme que melhor utilizar material de arquivo e pesquisa cinematográfica.
O júri foi formado por João Luiz Vieira, Solange Stecz e o cineasta Joel Pizzini, membro do CPCB.
O Prêmio foi para Zirig dum Brasília – A arte e o sonho de Renato Matos, de André Luís Oliveira.
Solange foi ainda representante do CPCB nas reuniões e na  Assembleia Geral do Congresso Brasileiro de Cinema (CBC)  nos dias  20 e 21.09.14.
Foi eleita nova Diretoria do CBC na assembleia realizada em Brasília em 20 de setembro de 2014.
Presidente: Frederico Cardoso (ABD / RJ)
Vice-Presidente: Carem Cristini Nobre de Abreu (APBA/MG)
Tesoureiro: Guilherme Whitaker (Fórum dos Festivais / RJ )
Diretora: Carla Maria Osório de Aguiar (ABD/ES)
Diretora: Solange Straube Stecz (CPCB / PR)
Diretor: André Dib (ABRACINE / PE)
Diretor: Norlan Souza da Silva (ABCV / DF)
Conselho Fiscal:
Carolina Paiva (ABRACI / RJ)
Rubens Rewald (APACI / SP)
Roger Madruga (APBA / DF )
Conselho Consultivo:
Sylvia Palma (AR / RJ)
André Gatti (SOCINE / SP)
Solange Lima (APC / BA)
Orlando Bomfim (ABD / ES)
André Leão (ABDN / DF)
Leopoldo Nunes (CBC / DF)
Afonso Galindo (APCNN / PA)
João Castelo Branco (AVEC / PR)
Antonio Leal (Fórum dos Festivais)
Conselheiros Convidados
Geraldo Moraes, Rosemberg Cariry, João Batista Pimentel Neto, Edina Fujii, Silvio Da-Rin, Cícero Aragon, Paulo Canna Brava, Tuna Espinheira, Carlos Brandão, Cesar Cavalcanti e Luciana Rodrigues.

VIII – DIA MUNDIAL DO PATRIMÔNIO AUDIOVISUAL  – 27.10.15

O Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro e a Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro realizaram no dia 27 de outubro de 2014, às 18h, mesa redonda, projeções e homenagem em comemoração ao Dia Mundial do Patrimônio Audiovisual e aos 80 anos de Alice Gonzaga, preservadora, pesquisadora, escritora, produtora e diretora da Cinédia, um dos símbolos da luta pela salvaguarda da Memória do Cinema Brasileiro.
Na ocasião foi entregue pelo CPCB e MAM uma Placa de homenagem para Alice Gonzaga por sua contribuição para a memória cinematográfica brasileira. A entrega foi feita por Solange Stecz, Diretora do CPCB, que veio de Curitiba especialmente para a homenagem.

IX – PARTICIPAÇÃO NA FEIRA DO EMPREENDEDOR DO SEBRAE – RIO DE JANEIRO

De 27 a 30 de novembro
Apoio ao Evento e sessão com sete filmes brasileiros seguida de debates:
As sessões foram moderadas por Myrna Brandão com os debatedores indicados pelo SEBRAE – e pertencentes aos seus quadros –  conforme a seguir:

Programação 
27.11 – 5ª feira
O Contador de Histórias, de Luiz Villaça
Debatedor: Beto Bruni
28.11 – 6ª feira 
Mauá, de Sérgio Rezende
Debatedor:  Frederico Nova
Orquestra dos Meninos, de Paulo Thiago
Debatedor:  Marc Diaz
29.11 – Sábado
Edifício Master, de Eduardo Coutinho
Debatedor: Cezar Kirszenblatt
A Máquina, de João Falcão
Debatedora:   Katia Rebello
30.11 – Domingo 
Os 12 Trabalhos, de Ricardo Elias
Debatedor: Paulo Cezar
O Palhaço, de Selton Mello
Debatedor: Bernardo Monzo

X – HOMENAGEM AO PESQUISADOR JURANDYR NORONHA

Cerimônia de Outorga da Medalha Pedro Ernesto ao nosso pesquisador mor, o decano Jurandyr Noronha, em 01.12.14, realizada no apartamento onde ele mora, no Flamengo.
O CPCB foi representado por João Luiz Vieira, que fez um depoimento gravado em nome do Centro, “ressaltando a enorme contribuição do Jurandyr para todos nós e o exemplo que ele dá para as novíssimas gerações”.

XI – EM ANDAMENTO

Retomada do Projeto de Restauração de “Carnaval no Fogo”
O processo ficou parado em face dos problemas vividos pela Cinemateca Brasileira em 2013.
Em 2014, o CPCB continuou o trabalho  de prospecção e, no início do ano, tomou conhecimento que um colecionador tinha uma cópia em 16mm do filme e estava interessado em vendê-la.
A cópia foi adquirida, com recursos próprios, por Carlos Brandão, diretor do CPCB e encaminhada para a Labocine, a fim de ser avaliada por Francisco Moreira.
O restaurador informou que a cópia – que está em estado razoável – ajudará muito na restauração, mas para que o filme tenha condições de ser restaurado,  é fundamental o acesso ao material que está na Cinemateca Brasileira.
Na conversa com Fernanda Coelho, durante o último CINEOP,  Myrna Brandão foi informada por ela que há uma pendência da CGU com os materiais da Atlântida depositado na Cinemateca Brasileira.
O processo de resolução dessa pendência tende a ser demorado, o que praticamente poderá inviabilizar a salvação do filme, uma vez que certamente agravará bastante o seu já iniciado estado de deterioração.
O CPBC enviou carta para Lisandro Nogueira, Diretor da Cinemateca expondo o assunto e pedindo uma reunião presencial, mas logo após, ele deixou a Cinemateca.
O CPCB pediu então reunião com Mario Borgneth,  Secretário do Audiovisual para tentar resolver a pendência, mas da mesma forma que ocorreu com a Cinemateca, o Secretário também deixou a SAV.
O assunto ficou pendente para ter continuidade em 2015 tão logo sejam definidos os novos titulares dos cargos em questão.

Voltar ao Topo

2013

I – MOSTRA DE FILMES BRASILEIROS EM BERLIM

Colaboração na Mostra de filmes brasileiros – Oficina das Culturas –  na cidade de Berlim.

Local: Centro Cultural (Werkstatt-der-kulturen)

Curadoria da jornalista brasileira radicada em Berlim Fátima Lacerda.

20.06 – Limite, de Mário Peixoto

27.06 – Panorama do Cinema Brasileiro, de Jurandyr Noronha

Local de exibição: Centro Cultural (Werkstatt-der-kulturen)

A iniciativa contou com o apoio e colaboração do CTAV, que emprestou as cópias em DVD dos filmes.

Como não foi possível a presença de membro (s) do CPCB, Fátima Lacerda, na abertura da Mostra, destacou a participação do Centro, bem como manifestou seus agradecimentos pela colaboração recebida.

 

II – PARTICIPAÇÃO NA 8ª EDIÇÃO DA MOSTRA CINEOP

8º Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros

Organização: Universo Produções

Período: 13 a 18 de junho

Local: Ouro Preto, Minas Gerais

Presenças: Carlos Augusto Brandão, João Luiz Vieira, Marília Franco, Myrna Brandão, Solange Stecz.

 

III – SESSÃO NO INSTITUTO MOREIRA SALLES  

10 de setembro – 20h

O evento foi realizado  em articulação com a FIPRESCI (Federação Internacional da Critica Cinematográfica) e o Instituto Moreira Salles, com curadoria de José Carlos Avellar, membro do CPCB e programador do IMS.

Sessão, seguida de debate, com o filme O Homem que Virou Suco, de João Batista de Andrade

 

IV – FESTIVAL DO RIO – OUTUBRO

SESSÃO DE GALA com o filme Bonequinha de Seda, de Oduvaldo Vianna, restaurado pela Cinédia.

Data: 09 de outubro – 19h – Cinema Odeon

PAINEL DE RESTAURAÇÃO

Data: 08.10.13 – terça feira

Local: Av. Rodrigues Alves, sem número – Armazém da Utopia – 6

Horário: 11h às 12h30

Ilda Santiago – Diretora do Festival do Rio e Myrna Brandão – Presidente do CPCB  (apresentação)

Restauração de Bonequinha de Seda, realizada pela Cinédia, Produtora do filme

– Hernani Heffner – Conservador-Chefe da Cinemateca do MAM-RJ e Coordenador do Projeto de Restauração do Acervo da Cinédia

– Débora Butruce – Preservadora Audiovisual e Coordenadora de Restauração das versões fotoquímica e digital de Bonequinha de Seda

– Leonardo Puppin – Coordenador de Restauração Digital da Labocine de Bonequinha de Seda

– Moderador: Myrna Brandão em substituição a João Luiz Vieira – Professor da UFF, Escritor, Presidente do Conselho Consultivo do CPCB.

O Painel contou com a presença de Solange Stecz, Diretora do CPCB e Coordenadora do Núcleo PR do Centro.

 

V – ENTREGA DE DIPLOMA PARA JURANDYR NORONHA

Comissão  do CPCB constituída por Carlos Brandão, Myrna Brandão, Priscila Pacheco e Solange Stecz esteve na residência de Jurandyr Noronha para entrega solene do Diploma de Presidente de Honra da ABPA, outorgado ao pesquisador em Assembleia da ABPA, realizada em Ouro Preto na Mostra Cineop em junho.

Foi justificada a ausência de Hernani Heffner (Presidente da ABPA), Marília Franco (Vice-Presidente do CPCB), Carlos Alberto Mattos, João Luiz Vieira e Miguel Pereira (Conselheiros do CPCB), que integravam o grupo inicialmente constituído, mas por motivos de agenda e força maior, não puderam estar presentes.

 

VI – FEIRA DO EMPREENDEDOR – RIO DE JANEIRO

De 28.11 a 01.12

Apoio ao Evento e apresentação do filme Gonzaga – de Pai pra Filho, de Breno Silveira, seguida de debate com os participantes.

Centro de Convenções Sul-América – 01.12.13 – 18h

Apresentação – Myrna Brandão e Cézar Kirzenblatt – Diretor do SEBRAE-RJ

 

VII – TEXTOS NO SITE  

– A Preservação começa na produção – Marília Franco

– 407 horas de Cinema Brasileiro – Carlos Alberto Mattos

– Filme Cultura destaca Pesquisa – Carlos Alberto Mattos

– NYFF Inaugura mostra REVIVAL de filmes restaurados – Carlos Augusto Brandão

– Animação na nova Filme Cultura – Carlos Alberto Mattos

– Lançamento em Berlim da versão restaurada de O Gabinete do Dr. Caligari  – Carlos Augusto Brandão

– Estilos de Iluminação – a Estética da Sombra – Myrna Silveira Brandão

 

VIII – EM ANDAMENTO

1 – Filiação do CPCB À FIAF

O CPCB encaminhou o pedido de filiação em 2012 e continua aguardando uma resposta da Federação.

2 – Retomada do Projeto de Restauração de “Carnaval no Fogo”

O processo ficou parado em face dos problemas vividos pela Cinemateca Brasileira em 2013.

Paralelamente sobre o assunto foram realizadas as seguintes ações:

– contatos com o pesquisador e escritor Antonio Leão que tem informações sobre uma cópia do filme em posse de um colecionador

– contatos com Hernani Heffner que tem informações sobre a existência de outras cópias do filme.

3 – Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Em virtude da retirada do CPCB da programação desde 2010 pela nova coordenação do Festival – e conforme decidido em reunião da Diretoria do CPCB em outubro, durante o Festival do Rio –  foi reiterada pela terceira vez carta ao evento pedindo uma posição sobre o assunto.

Voltar ao Topo

2012

I – PRÊMIO PARA O CPCB OUTORGADO PELO ARQUIVO NACIONAL E FIAF

Em 2012, o CPCB foi homenageado pelo Arquivo Nacional e pela Federação Internacional de Arquivos do Filme, no Dia Mundial da Preservação da Herança Audiovisual.

Na cerimônia realizada no Arquivo Nacional foi entregue ao CPCB um Diploma com os termos abaixo:

“HONRA AO MÉRITO

O Arquivo Nacional e a Federação Internacional de Arquivos do Filme, no Dia Mundial da Preservação da Herança Audiovisual, 27 de outubro de 2012, concedem este Diploma ao Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro, por sua inestimável contribuição à memória do Cinema Nacional.

Jaime Antunes da Silva

Diretor-Geral – Arquivo Nacional”

 

II  – LANÇAMENTO OFICIAL DO SITE 

Após estruturação e providências de operacionalização, em maio foi lançado oficialmente o site do CPCB, com comunicação para todos os seus membros.

A coordenação da elaboração do site foi de Carlos Alberto Mattos e Myrna Brandão, com concepção de Diego Machado.

 

III – HOMENAGEM A ROBERTO FARIAS

No período de11 a13 de maio, o diretor foi homenageado pelos seus 80 anos e por sua importante contribuição ao Cinema Brasileiro.

O evento foi realizado  em articulação com a FIPRESCI (Federação Internacional da Critica Cinematográfica) e o Instituto Moreira Salles, com curadoria de José Carlos Avellar, membro do CPCB e programador do IMS.

A homenagem constou de sessões com filmes dirigidos por Roberto Farias e apresentação, antes das sessões, de sua obra e carreira.

11.05 – Rico ri à toa. O filme foi exibido em cópia restaurada por iniciativa do CPCB, com patrocínio da Petrobras, incentivo do MinC, através da Lei Rouanet e apoio da Labocine do Brasil.

12.05 – Pra Frente Brasil.

13.05 – Assalto ao Trem Pagador.

 

IV – PARTICIPAÇÃO NO II SEMINÁRIO CULTURA DA PRESERVAÇÃO – CURITIBA

Iniciativa e organização: Cinemateca de Curitiba

Coordenação: Solange Stecz, Diretora da Cinemateca,  Diretora do CPCB e Coordenadora do Núcleo do CPCB / PR.

Período:13 a 16.06

Foram exibidos os seguintes filmes restaurados pelo CPCB:

Menino de Engenho, de Walter Lima Jr.

O País de São Saruê, de Vladimir Carvalho.

O Caçador de Diamantes, de Vittorio Capellaro.

Rico ri à toa, de Roberto Farias.

 

V – PARTICIPAÇÃO NA  7ª EDIÇÃO DA MOSTRA  CINEOP

7º Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros

Organização: Universo Produções

Período:20 a 25 de junho

Local: Ouro Preto, Minas Gerais

1 – Lançamento do livro Bravos Companheiros, de Jurandyr Noronha

Em articulação  entre o CPCB /  CINEOP  /  EMC  Edições (Julio Heilbron),  foi lançado em Ouro Preto, no dia 24 de junho, o livro Bravos Companheiros, do pesquisador, cineasta e escritor Jurandyr Noronha. Foi feita pelo CPCB uma breve apresentação e a justificativa da ausência de Jurandyr, que enviou uma mensagem escrita para os participantes do festival.

2 – ABPA (Relato)

A primeira diretoria da Associação Brasileira de Preservação Audiovisual (ABPA) –  eleita na 6ª edição e composta pelos membros abaixo listados – apresentou nesta 7ª edição o Site da Entidade e o relato das atividades realizadas para regularização jurídica da Associação.

Marília Franco – Presidente

Mauro Domingues – Vice-Presidente

Solange Stecz – Tesoureira

Alexandre Pimenta – Diretor

Carlos Augusto Brandão – Diretor

Glênio Nicola Póvoas – Diretor

João de Lima Gomes – Diretor

 

VI – PARTICIPAÇÃO NO FESTIVAL DO RIO

1 – PAINEL DE RESTAURAÇÃO

Data: 04.10.12

Local: Av. Rodrigues Alves, sem número – Armazém 6

Horário: 12 às 14h

Ilda Santiago – Festival do Rio (Apresentação)

Julia Levy – Superintendente do Audiovisual – RJ

Myrna Silveira Brandão – Presidente do CPCB

Robin Baker – Restaurador dos filmes de Alfred Hitchcock

Solange Straube Stecz – Diretora do CPCB e Coordenadora da Cinemateca de Curitiba

Moderador: Carlos Augusto D. Brandão, Diretor do CPCB.

2 – Homenagem ao Pesquisador e escritor Jurandyr Noronha e apresentação do livro de sua autoria Bravos Companheiros (2012).

Por motivos de saúde, Jurandyr não pode estar no festival para autografar os livros e receber uma Placa em sua homenagem.

Posteriormente, conforme foi noticiado no site, Carlos Alberto Mattos, Conselheiro do CPCB, entregou pessoalmente para Jurandyr, em sua residência, a Placa que tem os seguintes dizeres:

Para Jurandyr Noronha

Homenagem do Festival do Rio e do CPCB por sua contribuição ao Cinema Brasileiro

  

VII – PARTICIPAÇÃO NO V SEMINÁRIO “A PRESERVAÇÃO DA HERANÇA AUDIOVISUAL”

Em comemoração ao Dia Mundial da Preservação da Herança Audiovisual, o Arquivo Nacional promoveu seminário reunindo especialistas de diversas instituições brasileiras.

Programação

29/10/12 – Segunda-feira

09:30 às 12:00 – Debate sobre formação profissional em preservação audiovisual

Abertura: Jaime Antunes da Silva (Diretor-geral do Arquivo Nacional)

Mediador: Marcelo Nogueira de Siqueira (Coordenador de Documentos Audiovisuais e Cartográficos do Arquivo Nacional)

Sergio Albite (Professor de Arquivologia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UniRio)

Rafael de Luna (Professor de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal Fluminense – UFF)

Hernani Heffner (Presidente da Associação Brasileira de Preservação Audivisual – ABPA e membro do Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro)

14:30 às 17:00 – Exibição do filme O Homem que Virou Suco, de João Batista de Andrade

Após a exibição houve palestras sobre a restauração dos filmes “O Homem que Virou Suco” e “A Hora da Estrela” por:

Myrna Silveira Brandão – (Presidente do Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro – CPCB)

Francisco Moreira – (Coordenador do Departamento de Restauração de Matrizes da Labocine)

30/10/12 – Terça-Feira

09:30 às 12:00 – Debate sobre preservação e conservação de imagens em movimento

Mediador – Carlos Fabio (Especialista da Coordenação de Documentos Audiovisuais e Cartográficos do Arquivo Nacional)

Francisco Moreira (Coordenador do Departamento de Restauração de Matrizes da Labocine)

Antônio Laurindo (Supervisor da Equipe de Imagens em Movimento da Coordenação de Arquivos Audiovisuais e Cartográficos do Arquivo Nacional)

Carlos Augusto Brandão (Diretor da Federação Internacional da Crítica Cinematográfica (FIPRESCI).

14:30 às 17:00 – Exibição do filme A Hora da Estrela, de Suzana Amaral e Alfredo Oroz

Antes da exibição, houve uma homenagem ao Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro, representado por sua presidente, Myrna Brandão.

Local: Arquivo Nacional (Auditório principal): Praça da República, 173 – Centro – Rio de Janeiro

 

VIII –  APOIO / COOPERAÇÃO / INTERCÂMBIO DE PESQUISA 

1 – Filme Tudo Azul (Empréstimo)

Empréstimo de cópia em vídeo do filme Tudo Azul, de Moacyr Fenelon – restaurado pelo CPCB em 2001 – para o produtor Anibal Massaini Neto, para utilização de algumas cenas do filme no  trabalho / documentário que ele está realizando sobre seu pai Oswaldo Massaini, produtor de vários filmes: entre eles Tudo Azul, posteriormente restaurado pelo CPCB.

2 – Filme Pela Fé e pelo Brasil (Ajuda em pesquisa)

Colaboração no fornecimento de dados e divulgação / pesquisa pela mala da solicitação da pesquisadora Iris Ribeirinho Seródio para localização do documentário  Pela Fé e pelo Brasil (1925), dirigido e fotografado por Frei Apolônio e produzido pela Brasília Filme  (Belém – PA), sobre a luta contra a lepra, a contaminação de missionários, o modus vivendi dos índios no Alto Mearim (Maranhão) e a reconstituição de um massacre na região em 1901.

 

IX – EM ANDAMENTO

1 – FILIAÇÃO DO CPCB À FIAF

Em face de entendimentos mantidos anteriormente com a Federação Internacional de Arquivos Fílmicos (FIAF), o CPCB foi informado pela FIAF que a entidade realizará reunião para análise de admissão de novos afiliados.

Em função disso, o CPCB preparou toda a documentação exigida para essa afiliação, incluindo cópia de todos os documentos legais que comprovam a existência, situação regularizada e idoneidade do Centro e encaminhou a proposta para a FIAF em setembro último.

 

2 – RETOMADA DO PROJETO DE RESTAURAÇÃO DE CARNAVAL NO FOGO

REUNIÃO NA LABOCINE  – 06.03.12   

A reunião para retomada do projeto de restauração de Carnaval no Fogo, de Watson Macedo e Alinor Azevedo, foi realizada com a participação de Silvia Rabello (Gerente da Labocine), Carlos Magalhães (Diretor da Cinemateca Brasileira), Francisco Moreira (Restaurador / Labocine), Patrícia De Fillipi (Restauradora / Cinemateca Brasileira), Lauro Escorel (Fotógrafo e Diretor), Carlos Brandão (CPCB), Myrna Brandão (CPCB).

Silvia Rabello solicitou que fosse feito um  retrospecto da primeira tentativa em 2000, por iniciativa do CPCB de restaurar o filme. A exposição desse retrospecto foi feita  por Carlos Brandão,  Myrna Brandão e Francisco Moreira, que forneceu dados técnicos da análise da matéria prima conseguida na ocasião.

Foi lembrado pelo CPCB que, após um longo e exaustivo trabalho de prospecção no Brasil e na América Latina – e ter sido constatada a impossibilidade do filme ser restaurado naquela ocasião, em face de não haver sido possível completá-lo em 100% – o material reunido para o trabalho foi entregue à Atlântida.

Carlos Magalhães e Patrícia De Fillipi informaram que atualmente o material está na Cinemateca Brasileira,  tendo ficado combinado que a Cinemateca vai verificar o estado em que ele se encontra para uma posterior estimativa do valor que ficaria a restauração do filme.

Após isso, todos serão informados para retomada, análise e possibilidade de continuidade do assunto.

 

3 – SEDE DO CPCB

Continuidade dos entendimentos com a UFRJ para cessão / utilização  de uma sala no Colégio Brasileiro de Altos Estudos,  pertencente à Universidade.

Voltar ao Topo

2011

Lançamentos de Filmes Restaurados

Rico Ri à Toa, de Roberto Farias:

A Hora da Estrela, de Suzana Amaral:

Painés e Conferências

CINEOP – Mostra de Ouro Preto

Painel –  Restauração de Rico ri à toa

FAM – Festival Audiovisual do Mercosul – Florianópolis (SC)

Representações do CPCB / Convites para Palestras

CBC – Congresso Brasileiro de Cinema

Cinemateca Brasileira

Arquivo Nacional – III Seminário da Herança Audiovisual

Prêmio

44º Festival de Brasília  (26.09 a 03.10)

Voltar ao Topo

2010

Voltar ao Topo

2009

Voltar ao Topo

2008

Voltar ao Topo

2007

Voltar ao Topo

2006

Voltar ao Topo

2005

Voltar ao Topo

2004

Voltar ao Topo

2003

Voltar ao Topo

2002

Voltar ao Topo

2001

Voltar ao Topo

2000

Voltar ao Topo

1999

Voltar ao Topo

1998

Voltar ao Topo

1997

Voltar ao Topo

1996

Voltar ao Topo

1995

Voltar ao Topo

1992

Voltar ao Topo

1991

Voltar ao Topo

1990

Voltar ao Topo

1989

Voltar ao Topo

1988

Voltar ao Topo

1987

Voltar ao Topo

1986

Voltar ao Topo

1985

Voltar ao Topo

1984

Voltar ao Topo

1983

Voltar ao Topo

1982

Voltar ao Topo

1981

Voltar ao Topo

1979

Voltar ao Topo

1978

Voltar ao Topo

1977

Voltar ao Topo

1976

Voltar ao Topo

1975

Voltar ao Topo

1974

Voltar ao Topo

1973

Voltar ao Topo

1971

Voltar ao Topo

1970

Voltar ao Topo

1969

Voltar ao Topo