Memória da Memória

Muito antes das facilidades da internet, bem antes que as universidades elegessem o cinema como tema de estudos aprofundados, o Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro teve um papel pioneiro na formação da nossa memória audiovisual. Criado em 1970, por iniciativa de um grupo de pesquisadores e cineastas liderado por Paulo Emílio Salles Gomes, o CPCB unificou esforços pela primeira vez, contribuindo para o surgimento de uma ideia de comunidade entre os pesquisadores e inaugurando, no Brasil, uma consciência sobre a necessidade de preservação dos filmes e de seus subprodutos culturais.

Essa história foi contada no livro MEMÓRIA DA MEMÓRIA – Uma História do Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro, editado em 2006 pelo CPCB com patrocínio da Petrobras, através da Lei Rouanet.

A ideia de organizar MEMÓRIA DA MEMÓRIA surgiu da necessidade de se documentar a própria trajetória de uma entidade ligada à nossa  memória. Além disso, era importante, em reconhecimento aos pioneiros, resgatar entendimentos fundamentais nas reuniões e encontros realizados na época, que resultaram na criação do Centro.

Impunha-se, ainda, o dever de lembrar um momento histórico da pesquisa cinematográfica brasileira e de que forma ela era então realizada, apoiada fundamentalmente em esforços individuais e, muitas vezes, ante a  precariedade das fontes e recursos disponíveis.

Por último, era necessário registrar uma das primeiras preocupações surgidas no meio cinematográfico brasileiro com a preservação da nossa memória fílmica.

O trabalho foi realizado através da compilação de material em poder de diversos pesquisadores e dados preservados por presidentes, diretores e outros componentes que participaram de gestões do Centro ao longo de todos esses anos. Dele consta o texto-base “Memória de Pesquisas e de Pesquisadores”, de José Tavares de Barros, remanescente das primeiras reuniões em que tomou corpo essa idéia.

Uma Cronologia indica momentos marcantes da trajetória do CPCB, bem como as principais ações realizadas até o presente, incluindo toda a mobilização dos pioneiros para a fundação do Centro, os encontros, assembléias, as diretorias eleitas e os projetos realizados. Em outras seções do livro, são resenhados os Boletins do CPCB e os lendários Cadernos de Pesquisa, editados com a participação do Centro, assim como os trabalhos de restauração de filmes, as premiações conferidas pela entidade a título de estímulo à pesquisa no cinema brasileiro etc.

O capítulo “Seleta de Textos” repõe em circulação diversos trabalhos relevantes em sua pertinência, todos voltados para a reflexão metodológica e as questões atinentes aos trabalhos de pesquisa e preservação fílmica, na forma exata como foram publicados nos Cadernos de Pesquisa e Boletins de sua época.

MEMÓRIA DA MEMÓRIA inclui ainda verbetes sobre pesquisadores e preservadores célebres já falecidos, assim como uma relação geral das pessoas que fizeram ou fazem parte do CPCB como membros e colaboradores.

MEMÓRIA DA MEMÓRIA – Uma História do Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro

  • CPCB/Playarte, 2006
  • Patrocínio: Petrobras
  • Apoio: MINC/SAV/Lei Rouanet
  • Equipe organizadora: Carlos Alberto Mattos, Carlos Augusto Dauzacker Brandão, José Tavares de Barros, Myrna Silveira Brandão
  • 152 páginas

Um comentário

  1. Ivo Branco disse:

    Olá,
    apesar de ter meu nome citado no livro, só tomei conhecimento do mesmo por acaso, num sebo. Gostaria de obter mais um exemplar. Como faço??
    no aguardo, desde já grato,
    Ivo Branco

Deixe sua Opinião

  • Please leave these two fields as-is:
  • Para proceder você precisa resolver essa simples conta, para nos ajudar na prevenção de SPAM.